quinta-feira, 30 de julho de 2020

Controles usados na Apollo 11 foram vendidos por mais de 780 mil dólares

Controles da histórica missão Apollo 11 foram vendidos por mais de 780 mil dólares na casa de leilão Julien's Auctions Beverly Hills. Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins usaram os controles durante a primeira viagem à Lua, em 1969. 

Controle usado por Buzz Aldrin/Julien's Auctions/Reprodução
Controle usado por Buzz Aldrin/Julien's Auctions/Reprodução

O controle de rotação que ficava no lado direito do assento de Neil Armstrong foi vendido por 370 mil dólares. Outro controle com função similar que foi usado por Buzz Aldrin, foi vendido por 256 mil. Por fim, a alavanca de translação usada por Armstrong e Collins foi vendida por 156,2 mil dólares.


Os compradores dos icônicos objetos da Apollo 11 não foram identificados, mas foi revelado que apenas uma pessoa arrematou os dois controles usados por Neil Armstrong e outra pessoa arrematou o controle usado por Buzz Aldrin.

Inteligência artificial restaura vídeos da chegada da Apollo na Lua
NASA - Humanos voltarão a pisar na Lua em 2024
Perfume criado pela NASA está fazendo sucesso

Um fato curioso na história é que a NASA está há vários anos tentando recuperar esse e outros objetos históricos da Apollo 11 para serem colocados no módulo Columbia que está em exposição no National Air and Space Museum com quase todas as peças originais. 


Alavanca de translação usada por Armstrong e Collins/Julien's Auctions/Reprodução
Alavanca de translação usada por Armstrong e Collins/Julien's Auctions/Reprodução

Tudo começou quando os controles foram oferecidos para Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins após eles retornarem para a Terra, mas os astronautas recusaram os objetos que acabaram sendo colocados em um depósito da NASA


Perto de se aposentar, Bill Whipkey, chefe da oficina de máquinas da NASA, encontrou os objetos e perguntou para o seu supervisor o que deveria ser feito com eles. Segundo Whipkey, o supervisor pediu para que ele jogasse no lixo, então Whipkey decidiu ficar com os três controles e anos depois vendeu em um leilão.

De acordo com a Space, caso a tripulação da Apollo 11 tivesse aceitado os controladores, uma lei de 2012 teria protegido os objetos de irem a leilão. Essa lei se aplica apenas aos membros da tripulação e não a outros funcionários da NASA.

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only