domingo, 19 de julho de 2020

Cofundador do Lollapalooza diz que shows só devem voltar em 2022

Os festivais de músicas são um dos maiores eventos de entretenimento do mundo e, por atrair tantas pessoas, a normalidade nesses festivais só deverá acontecer em dois anos, por contada da atual pandemia.

Festival Lolapalooza/Reprodução
Festival Lolapalooza/Reprodução
Marc Geiger, cofundador do Lollapalooza, participou do The Bob Lefsetz Podcast e disse que os shows com público presente só deverá acontecer em 2022.

"Provavelmente há 20 obstáculos que precisam ser superados antes que a música ao vivo possa retornar. O meu instinto diz, que vai demorar um pouco, porque eventos como esportes, shows, festivais etc, não serão seguros enquanto vírus estiver presente", disse Geiger.

KFC lança playlist dos dias que suas lojas ficaram fechadas
Geiger ainda ressaltou que os problemas com o novo coronavírus ainda podem aumentar nos próximos meses.

"Os próximos seis meses podem ser mais dolorosos do que nos últimos seis meses, e talvez os próximos seis meses depois disso sejam ainda mais".

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only