sábado, 4 de julho de 2020

Cientistas dizem que existem cerca de 36 civilizações inteligentes na Via Láctea

Um estudo realizado pela Universidade de Nottingham, Inglaterra, aponta que podem existir cerca de 36 civilizações extraterrestres inteligentes na Via Láctea. 


Imagem ilustrativa do universo/Reprodução
Imagem ilustrativa do universo/Reprodução

O estudo chegou ao número utilizando um método chamado limite copernicano astrobiológico e os cientistas assumiram que formas inteligentes de vida em outros planetas são parecidas com as da Terra. De acordo com um dos cientistas, esse número de civilizações deveria ser muito maior.

"Deveria haver pelo menos algumas dezenas de civilizações ativas em nossa galáxia, sob a suposição de que são necessários 5 bilhões de anos para que a vida inteligente se forme em outros planetas, como na Terra", disse Christopher Conselice, líder do estudo.

De acordo com os pesquisadores, o estudo é baseado na teoria evolutiva, mas dessa vez sendo aplicada em uma escala cósmica. Além disso, também consideraram outros aspectos astronômicos, como a distância entre os possíveis planetas habitáveis e as estrelas.

. NASA usará sondas espaciais com IA para procurar vida fora da Terra
Ancestrais humanos viram explosão no centro da Via Láctea
O asteroide que a NASA tentará desviar em sua primeira missão de defesa planetária

"A prática clássica para estimar o número de civilizações inteligentes se baseia em adivinhar valores relacionados à vida, em que as opiniões sobre tais questões variam substancialmente", disse Tom Westby, um dos autores da pesquisa.

Mesmo que esses planetas na Via Láctea abriguem vida, a distância ainda é enorme, sendo em média 17 mil anos-luz, tornando muito difícil encontrar e se comunicar com essas civilizações inteligentes, considerando a tecnologia atual na Terra.

Christopher Conselice afirma que a pesquisa também pode revelar muito sobre a vida na Terra, dando pistas de quando tempo a raça humano poderá durar.

"Nossa pesquisa sugere que a busca por civilizações extraterrestres inteligentes não apenas revela a existência de como a vida se forma, mas também nos dá pistas de quanto tempo nossa própria civilização durará. Se descobrirmos que a vida inteligente é comum, isso revelaria que nossa civilização poderia existir por muito mais do que algumas centenas de anos; por outro lado, se identificamos que não existem civilizações ativas em nossa galáxia, é um mau sinal para nós a longo prazo."

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only