terça-feira, 9 de junho de 2020

Ancestrais humanos viram explosão no centro da Via Láctea

Estudos recentes feitos pelo telescópio Hubble revelam que houve uma grande explosão no centro da Via Láctea há 3,5 milhões de anos atrás.

NASA/Reprodução
Reprodução

Segundo a NASA, o acontecimento seu deu devido a uma nuvem de hidrogênio com 100 mil vezes a massa do Sol que se chocou com materiais próximos de um buraco negro supermassivo.

Explosão no centro da Via Láctea/NASA/Reprodução
Explosão no centro da Via Láctea/NASA/Reprodução

O choque resultou em dois enormes cones de raios ultravioleta que se espalharam, um para cada lado da galáxia. Um foi para o polo sul da Via Láctea, iluminando os gases da Corrente de Magalhães, uma enorme faixa de nuvens que existe entre as duas galáxias-satélites, as Nuvens de Magalhães. 

Cientistas fazem mapeamento do campo magnético de Marte
A explosão foi tão forte que luzes poderiam ser vistas na Terra a olho nu. De acordo com a NASA, é muito provável que nossos ancestrais tenham visto um grande brilho no céu.

"O flash foi tão poderoso que iluminou a Corrente de Magalhães como uma árvore de Natal. Foi um evento cataclísmico!", disse o pesquisador Andrew Fox, do Space Telescope Science Institute (STSCI), o centro de operações do Telescópio Hubble.

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only