quinta-feira, 28 de maio de 2020

Jacaré que sobreviveu aos bombardeios da Segunda Guerra Mundial morre aos 84 anos

O jacaré que supostamente foi do ditador Adolf Hitler morreu no último dia 22 de maio no zoológico de Moscou aos 84 anos de idade. O réptil conseguiu superar sua expectativa de vida, que está entre 30 e 50 anos.

Jacaré Saturno/Reprodução
Jacaré Saturno/Reprodução

O jacaré se chamava Saturno, e ele sobreviveu aos bombardeios que ocorreram em Berlim, no ano de 1943 durante a Segunda Guerra Mundial. 


Os ataques atingiram o zoológico em que o animal estava, e após isso, ele conseguiu escapar e ficou desaparecido até 1946, quando foi capturado por soldados britânicos e dado como um presente para os soldados soviéticos, que o levaram para Moscou.

Veja o último vídeo de um lobo-da-tasmânia vivo
Pinguins visitam museu nos Estados Unidos
Pássaro é capaz de voar por incríveis 10 meses sem pousar

Durante os 3 anos de sumiço, rumores apontavam que Saturno fez parte do zoológico particular do líder nazista.

"Quase imediatamente, nasceu o mito de que ele supostamente estava na coleção de Hitler e não no Zoológico de Berlim", disse o zoológico em um comunicado oficial.

Por conta da famosa história, muitas pessoas não gostava do animal devido ao seu passado ligado à Adolf Hitler. E sobre isso, o zoológico também se manifestou.

"Os animais não estão envolvidos na guerra e na política e é absurdo culpá-los pelos pecados humanos".

Após os ataques, dos 16 mil animais que viviam no zoológico, cerca de 100 sobreviveram.

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only