domingo, 10 de maio de 2020

Cientistas podem ter descoberto o buraco negro mais próximo da Terra

Astrônomos encontraram um buraco negro com cinco vez a massa do Sol e a uma distância de mil-anos luz da Terra, durante observações no telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO), no Chile.

Buraco Negro/Reprodução
Buraco Negro/Reprodução

O buraco negro está localizado na constelação Telescopium, em um sistema chamado HR 6819. Mesmo estando incrivelmente longe, no artigo publicado na Astronomy & Astrophysics, os cientistas dizem que o buraco negro poder ser visto a olho nu estando no hemisfério Sul.

"Ficamos muito surpresos quando percebemos que esse é o primeiro sistema estelar com um buraco negro que pode ser visto a olho nu", disse Petr Hadrava, coautor do estudo.

Mapa do sistema HR 6819 /ESO/Reprodução
Mapa do sistema HR 6819 /ESO/Reprodução

A descoberta do buraco negro foi feita durante um estudo mais profundo nos corpos celestes do HR 6819, os astrônomos perceberam que um duas estrelas orbitavam um objeto invisível a cada 40 dias. 

"Este sistema contém o buraco negro mais próximo da Terra que conhecemos", disse o líder do estudo Thomas Rivinius, em comunicado.

Esse buraco negro recentemente descoberto é classificado como estelares, não sendo um enorme buraco negro supermassivo.

De acordo com os astrônomos, outros buracos negros desse tipo podem existir na Via Láctea, sendo que os especialistas já disseram existir dezenas de buracos negros na nossa galáxia, e indo mais além, modelos teóricos indicam haver entre 100 milhões e 1 bilhão somente na Via Láctea.

Continuando na Via Láctea, a partir de estudos feitos na constelação de Gêmeos, cientistas estão perto de confirmar ou não a hipótese de que o sistema LB-1 pode ser formado por um estrela e um buraco negros.

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only