sábado, 30 de maio de 2020

Arqueólogos encontram cannabis e incenso em região bíblica de Israel

Arqueólogos do Museu de Israel descobriram substâncias de cannabis e incenso em altares do século 8 a.C. em Tel Arad, no vale de Beer-sheba, Israel.

Local da descoberta em Tel Arad/Reprodução
Local da descoberta em Tel Arad/Reprodução

Os pesquisadores escreveram um artigo e publicaram no Journal of the Institute of Archaeology of Tel Aviv University, e de acordo com os estudos a região pertencia à fronteira sul da cidade bíblica de Judá. Os traços de cannabis e incenso foram encontrados solidificados em dois altares de calcário que ficam em frente a um santuário da região. 

De acordo com os arqueólogos, a cannabis foi misturada com esterco animal em um dos altares, uma forma de acelerar o aquecimento. Outro altar tinha incenso misturado com gordura animal, uma técnica para promover sua evaporação.

Arqueólogos encontram múmia egípcia de 3 mil anos com mais de 30 tatuagens
. Destroços em Pompeia indicam que romanos reciclavam lixo
Arqueólogos descobrem antiga área de culto no Iraque

"É a primeira vez que a maconha é identificada no antigo Oriente Próximo", disse Eran Arie, líder do estudo, em comunicado.

O incenso utilizado nos altares vinha da Arábia, e o uso da cannabis abre novas hipóteses para as práticas religiosas da região. Para os pesquisadores, a cannabis pode ter sido usada como psicoativo em cerimônias culturais da época.

"Seu uso no santuário deve ter desempenhado um papel central nos rituais culturais realizados lá", disse Arie.

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only