segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

O Coringa é uma piada muito sem graça

Nos últimos tempos o Coringa se provou ser um vilão que está em outro patamar em consideração aos seu concorrentes nas HQs e até mesmo nos cinemas. E muitas coisas o tornam um personagem tão emblemático: sua loucura, atitudes, sua vida e, claro, o Batman.

Coringa/Warner Bros/Reprodução
Coringa/Warner Bros/Reprodução

A trilogia de Christopher Nolan é considerada uma das melhores adaptações de super-heróis no cinema, e, mas especificamente, O Cavaleiro das Trevas é o melhor filme dessa trilogia. O filme teve várias indicações ao Oscar, e o que mais chamou a atenção foi a vitória de Heath Ledger na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, pois ele foi o primeiro ator a ganhar o prêmio por interpretar um personagem baseado nos quadrinhos.

Podemos dizer que o mundo dos super-heróis é algo muito fantasioso e surreal, mas o que talvez chame mais a atenção no Coringa é o fato dele fazer parte de um mundo mais realista, pois junto com o seu maior inimigo, ele não tem super poderes e enfrenta um sistema opressor, corrupto e violento, muito próximo da realidade em que vivemos.

Seria possível Coringa transitar da ficção para a realidade?

A morte de Heath Ledger foi uma das coisas mais chocantes na história do cinema, e mesmo sem nada confirmar, muitos dizem que quem o matou foi o Coringa. Envolver uma morte em uma história, é algo que invade a imaginação das pessoas e se torna ainda mais chocante quando relacionado a um vilão, tornando a história mais envolvente. Um personagem fictício, ser o responsável por uma morte na vida real é algo que expandi a imaginação das pessoas e mostra o quão forte pode ser o Coringa. Uma loucura fictícia que invade a realidade.

Nas gravações de Coringa, muitas pessoas que trabalharam com Joaquin Phoenix relataram que o ator era muito agressivo e mal-humorado. As pessoas justificam as atitudes do ator por ele estar sempre no papel de Coringa, focando em fazer uma trabalho impecável. Mas até onde o ator poderia ir com esse foco? Algo que só ele e o Coringa saberiam.

Nas vésperas de estrear nos cinemas, as noticias eram de que a policia estava reforçando a segurança nos locais de exibição do filme, por conta de alguém, ou mesmo várias pessoas, se inspirarem no Coringa e quererem fazer alguma loucura durante as exibições. Até mesmo o FBI e exército dos EUA temeram por ataques.

Alguém que consiga pensar igual ao Coringa, certamente terá sua vida mudada, a ponto de ter pensamentos tão sombrios quanto o próprio personagem, e mesmo não levando o individuo a fazer o que vilão faz, essa pessoa servirá de vitima do personagem, pois ela estará presa a manipulação de um Coringa que passa a habitar sua mente, levando a uma loucura tão intensa, que a única escapatória seria a morte. 

Joaquin Phoenix honrou o legado de Heath Ledger e conquistou um prêmio histórico e inédito para o Coringa e para qualquer personagem de quadrinhos, ao ganhar o Oscar de Melhor Ator. Phoenix ganhou com méritos, pois a concorrência era muito forte, disputando com as ótimas atuações de Adam Driver e Jonathan Pryce.

Coringa foi um filme espetacular, embora muitos fãs digam que esse não é o verdadeiro Coringa mostrado nas HQs, animações, entre outras mídias, mas o que vale elogiar é a adaptação. A história foi muito boa e pode nos dar uma ideia de como o Coringa surgiu.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only