sábado, 15 de fevereiro de 2020

Misteriosos sinais de rádio estão sendo enviados de uma galáxia a 500 milhões de anos-luz da Terra

Rajadas rápidas de rádio estão sendo emitidas de uma galáxia a 500 milhões de anos-luz da Terra. O misterioso sinal é detectado a cada 16 dias e os cientistas desconhecem a sua origem.

Radiotelescópio CHIME/Reprodução
Radiotelescópio CHIME/Reprodução

As ondas de rádio receberam o nome de FRB 180916.J0158+65. A primeira vez que elas foram detectados foi em 2016, pelo radiotelescópio CHIME, no Canadá. Os sinais eram detectados uma vez por hora durante quatro dias, depois paravam, e tudo se repetia doze dias depois. A pesquisa sobre o misterioso sinal foi publicada por astrônomos na arxiv.org.

No caso do FRB 180916.J0158+65, isso é algo único, pois as rajadas rápidas de rádio aparecem somente uma vez e depois desaparecem, neste caso é diferente, já que foi identificado o intervalo entre os sinais, sendo assim, os cientistas conseguem identificar de qual galáxia as rajadas rápidas de rádio estão vindo.

FRB 180916.J0158+65 está sendo emitido de uma galáxia espiral a 500 milhões de anos-luz da Terra, em um local de forte formação estelar, facilitando um pouco as prováveis explicações sobre os misteriosos sinais. Pelo padrão de tempo entre as rajadas é possível que os sinais estejam sendo emitidos por um corpo celeste orbitando em torno de uma estrela ou astro. Porém, a teoria não explica o envio regular dos sinais. Outra possibilidade é a de que ventos estelares possam aumentar ou bloquear alternadamente os sinais de um possível terceiro corpo. E também há a possibilidade de que o sinal venha de uma estrela de nêutrons, em um sistema binário com outra estrela, muito maior que a outra.

Muitas outras possibilidades ainda podem ser teorizadas, como colisão de buracos negros e até mesmo atividades alienígenas, mas essa última é muito difícil de ser comprovada, pois rajadas rápidas de rádio liberam dezenas de milhares de vezes mais energia que o nosso Sol.

Fique por dentro de um novo mundo curtindo e seguindo CAVASIER no Facebook, Instagram e Twitter e se inscrevendo no canal no YouTube

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only