sábado, 9 de novembro de 2019

Chris Evans não aprova usar CGI para colocar James Dean no filme Finding Jack

O ator James Dean morreu aos 24 anos, agora, depois de quase 70 anos, ele irá retornar ao cinema com a ajuda da tecnologia. Para muitos, é um feito histórico usar a tecnologia para essa finalidade, já para outros, isso não é algo tão legal.


James Dean/Reprodução
James Dean/Reprodução

Chris Evans não aprovou a ideia de recriar James Dean através da tecnologia e compartilhou um post expressando a sua opinião.


Confira:



"Tenho certeza que ele ficaria emocionado. Isso é horrível. Talvez consigamos um computador para pintar um novo Picasso. Ou escreva algumas músicas novas de John Lennon. A completa falta de entendimento aqui é vergonhosa."

O ator Elijah Wood, mundialmente conhecido pela saga Senhor dos Aneis, também compartilhou um post dizendo o que pensa. Confira:



"Não. Isso não deveria acontecer."

Muito dessa crítica pode ser pela foto dessa atitude não se enquadrar na arte do cinema, pois nessa visão, a tecnologia não poderia substituir um artista. A família de James Dean aprovou a ideia e não se impôs. 

Em um caso recente, no filme Velozes e Furiosos 7, após a morte do ator Paul Walker, as cenas em que apareceriam o ator foram recriadas através de CGI e com ajuda dos irmãos, que eram parecidos com Walker, facilitou o trabalho.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only